Bacelar e União dos Estudantes da Bahia selam compromisso

Reconhecido por ser o defensor da educação, Bacelar, candidato a prefeito de Salvador pelo Podemos, recebeu, esta semana, uma plataforma eleitoral elaborada pela União dos Estudantes da Bahia (UEB). O documento foi entregue pela presidente Layane Cotrim e contempla os pleitos dos estudantes da Bahia. “Fizemos um estudo das principais deficiências educacionais do estado, principalmente de Salvador, e entregamos a todos os prefeituráveis. Temos certeza de que Bacelar, por ser o principal defensor da educação, vai nos ajudar nessa luta” disse Layane.

Segundo a presidente, o déficit de vagas nas creches é um problema já conhecido da prefeitura. Em novembro de 2017, a justiça determinou que o município providenciasse a matrícula na pré-escola para todos os alunos, com idades entre 4 e 5 anos, inscritos e não contemplados no sorteio eletrônico realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Smed). “Este é um dos problemas que precisamos reverter. A universalização da pré-escola é uma das metas e estratégias estabelecidas no Plano Nacional de Educação, mas que ainda não tem solução em Salvador” disse Bacelar.

Bacelar ressaltou que a educação será o eixo central do seu governo e que irá atualizar as Escolas Parque de Anísio Teixeira. Segundo ele, em um dos turnos os alunos da rede municipal de ensino terão acesso à disciplinas tradicionais e, no outro, farão aulas complementares, como capoeira, dança, circo, socialização etc.

“Vou lutar para que as escolas municipais tenham a mesma qualidade da escola do filho do rico. Atualmente, algumas unidades de ensino não dispõem nem de água ou papel higiênico para as nossas crianças. Essa situação é extremamente preocupante porque reflete diretamente no aprendizado dos alunos. O compromisso da minha gestão será ampliar os investimentos na pasta através de recursos próprios, além de reestruturar as unidades escolares”.

A valorização e capacitação dos educadores também está no plano de governo do podenista. O aumento salarial para categoria que, há seis anos não tem reajuste, será uma de suas primeiras ações.

Outro ponto de destaque na área educacional é o projeto Comunidades Educadoras. Com ele, a escola será o centro dos bairros. O objetivo é capacitar educadores para acompanhar de perto, e individualmente, o dia a dia de cada criança, conversando com as famílias para entender o contexto familiar e social em que estão inseridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *